Partido Socialista
Coluna de navegação
Forum: s.m. (Do lat. Forum).
1. Praça pública, na Antiga Roma, onde se realizavam os mercados, se efectuavam assembleias populares ou se reuniam os magistrados para julgamento de causas.
2. Foro - Local onde se debatem assuntos de ordem pública, em especial questões judiciais.
3. Foro - Centro de múltiplas actividades.
4. Foro - Debate de especialistas sobre determinada matéria.
COLÓQUIO, FORO. - Um forum sobre educação.
PL. foruns.

In Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa.
Lisboa: Ed. Verbo, 2001. 1º vol p. 802
Contactos

Home Page

@Mail: Geral

Luís Rios Coelho [ LRC ]
Ana Patrícia Lamy [ APL ]
António Serge Campinos [ ASC ]

Arquivos

Março 2005

Abril 2005

Maio 2005

Junho 2005

Julho 2005

Agosto 2005

Setembro 2005

Outubro 2005

Novembro 2005

Dezembro 2005

Janeiro 2006

Fevereiro 2006

Março 2006

Abril 2006

Maio 2006

Junho 2006

Julho 2006

Agosto 2006

Setembro 2006

Outubro 2006

Novembro 2006

Dezembro 2006

Janeiro 2007

Fevereiro 2007

Março 2007

Abril 2007

Maio 2007

Julho 2007

Janeiro 2008

Fevereiro 2008

Março 2008

Maio 2008

Junho 2008

Setembro 2008

Novembro 2008

<< current



Lisboa Campo de Ourique
Internet

WebSites:

Partido Socialista
Juventude Socialista
FAUL
PS/Lisboa
Forum Cidade
PS - Parlamento Europeu
Internacional Socialista
Grupo Parlamentar
Acção Socialista
Candidatura Miguel Coelho 08


Blogs: SUSPEITIX

<- A ->
Abjurado
Arrastão

<- B ->
Bichos Carpinteiros
Bloguí­tica
Bonfim

<- C ->
Canhoto
Causa Nossa
Congeminações
Cruz Quebrada e Dafundo City

<- D ->
Descrédito
Desenvolvimento Sustentável

<- E ->
Estaleiro

<- F ->
Forum Cidade
Forum Cidadania
Forum Comunitário

<- G ->
Glória Fácil

<- H ->
Hoje há conquilhas

<- I ->
IVG - PELO SIM

<- J ->
João Soares
O Jumento

<- L ->
Linha de Conta
Lisboa desgovernada, mas não abandonada
Lisboa Lisboa
Lisboa, quem te viu e quem te vê
A Lei do Funil

<- M ->
Memória Virtual

<- N ->
Notí­cias breves PS Santarém

<- P ->
PS Belém
PS Estremoz
PS Lumiar

<- R ->
Respirar o Mesmo Ar

<- S ->
Sobre o Tempo que Passa
SOS Cinema Europa
SUSPEITIX

<- T ->
Tugir em português


Legislativas 2005
BASES PROGRAMÁTICAS (PDF)

Europeias 2004

Contador (site) Blogger Dicionario


Comunicação Social
Nacional
Jornais
Açoriano Oriental
A Bola
A Capital
Comércio do Porto
Correio da Manhã
Diário dos Açores
Diário Digital
Diário Económico
Diário de Notí­cias
Diário de Notí­cias da Madeira
Expresso
Fábrica de Conteúdos
O Independente
O Jogo
Jornal do Fundão
Jornal de Notí­cias
Lusa
O Primeiro de Janeiro
O Público
Record
RTP
Sábado
Sapo XL (ver SIC directo)
SIC
TSF
TVI
Visão

Estrangeira
Jornais
CNN
Le Figaro
Google News
Le Monde
El Mundo
The New York Times
El Pais
Reuters
Time
The Times
USA Today
Veja


Outras ligações

Comunicação de 2005-03-12
(Posse XVII Governo)
Jorge Sampaio
Forum Campo de Ourique
Blog de socialistas de Campo de Ourique
quarta-feira, maio 24, 2006  
[0.059/2006]
SEGURANÇA SOCIAL

Realizou-se ontem nas instalações do Forum Lisboa uma reunião extraordinária da C.P.C.L., alargada a militantes, e que contou com a presença do nosso camarada Vieira da Silva, Ministro do Trabalho e da Solidariedade Social, que nos veio explicar as "Reformas da Segurança Social" aprovadas pelo Governo e presentemente em negociação com os parceiros sociais para posterior homologação e entrada em vigôr. Como era natural e espectável, foram as Pensões de Reforma que monopolizaram sessão.

A naturalidade com que Vieira da Silva explicou as novas regras, aliada à mestria que evidenciou nas respostas às 19 perguntas que lhe foram colocadas por outros tantos militantes (algumas delas versando casos bem reais) por certo que contribuiram para que todos os que lá estiveram vissem esclarecidas as suas dúvidas e dissipadas quaisquer preocupações que eventualmente tivessem sobre a justeza destas novas medidas.

Ao Miguel Coelho e ao Secretariado da Concelhia os parabéns por esta iniciativa. Ficamos todos a aguardar por mais.

LRC

24.5.06 . - . Página inicial . - . 3 Comentários


quarta-feira, maio 17, 2006  
[0.058/2006]
ESTA LEI AGRADA A QUEM ?

O novo R.A.U. - regime do arrendamento urbano - foi concluido pelo Governo na segunda-feira e encontra-se agora em análise com os parceiros sociais para poder entrar em vigôr no fim de Junho, de acordo com as
declarações do Ministro António Costa, que confirma que o Governo não recuará nesta matéria.
A exemplo do que se passou há meses com a nova Lei do Arrendamento, também agora as Associações, tanto a de
Proprietários como a de Inquilinos, não concordam com esta nova lei.
Sendo o arrendamento uma relação contratual entre o Proprietário (vulgo senhorio) e o Inquilino, embora regulamentada pelo Estado, se ambos não concordam com ela, então a quem e para que serve esta nova lei?

LRC


17.5.06 . - . Página inicial . - . 0 Comentários


segunda-feira, maio 15, 2006  
[0.057/2006]
E A SEGURANÇA ?

Foi notícia na semana passada e aqui teve grande destaque.
Mas ontem passou em reportagem no Jornal da SIC às 20.00hrs, onde milhões de Portugueses viram o desespero com que um comerciante da Baixa Lisboeta defende o seu património : martelo, madeiras e pregos a entaipar janelas. E ouviram a famigerada frase : "Já nos fomos queixar à Câmara e à Polícia mas dizem que não podem fazer nada".
Senhor Presidente da Câmara : cumpra uma das suas promessas eleitorais.
Pelo menos mostre que se esforça para alterar esta grave situação, colocando mais segurança preventiva, de pessoas e bens, nas ruas da Baixa. A Polícia Municipal não pode servir só para bloquear e rebocar veículos mal estacionados, também tem que proteger a população, dia e noite, dos assaltos que já são uma constante.
Na Baixa, já é usual perguntar: onde é que assaltaram hoje?
Diz-se pelos cafés que só no fim de semana da Páscoa ocorreram 27 participações de assaltos. Será verdade? Basta perguntar na esquadra da PSP sita no princípio da Rua do Arsenal, mesmo ao lado do M.A.I. , pelo registo diário de ocorrências. Só das que foram participadas, porque há muitas ocorrência que passam ao lado da estatística.
Para além da crescente falta de limpeza nas ruas e passeios, a Baixa sofre cada vez mais do flagelo dos assaltos: comerciantes, carros e pessoas, residentes ou visitantes, todos são contemplados.
Rua da Madalena, Rua dos Fanqueiros, Rua da Prata ,Rua Augusta......são já muitos os que têm uma história de assalto para contar.

Mas será que é só a Baixa, senhor Presidente ?

LRC
15.5.06 . - . Página inicial . - . 0 Comentários


sábado, maio 13, 2006  
[0.056/2006]
SOB O SIGNO DA VERDADE

É este o título do livro que Manuel Maria Carrilho escreveu sobre as tropelias de que se considera alvo durante a campanha eleitoral à Câmara Municipal de Lisboa.
Não pude estar presente na 5ª feira no lançamento do livro , mas assegura-me quem lá esteve que correu muito bem e com casa cheia.
Já li várias opiniões sobre o livro e também já escutei alguns comentários de camaradas sobre o que ali está escrito. Principalmente sobre as acusações que são feitas.
Há muita gente que por certo se vai tentar defender (alguns já começaram) e conforme li aqui também estou ansioso pela publicação do livro do Presidente do PS/Lisboa.

LRC
13.5.06 . - . Página inicial . - . 2 Comentários


terça-feira, maio 09, 2006  
[0.055/2006]
DEVE SER GOZO

Na devida altura, já alguns sectores ligados ao nosso Partido tinham torcido o sobrolho a que o Primeiro-Ministro e o Ministro da Economia tivessem concordado e aceite o nome do Dr. António Mexia para Presidente da EDP.

António Mexia tinha sido o redactor do Programa de Governo PSD-CDS e também Ministro e ponta-de-lança desse (des)governo que nós combatemos e conseguimos derrotar nas eleições de Fevereiro de 2005. Com o C.V. que tem, claro que não lhe faltariam outras colocações profissionais.

Ao que consta nos mentideros, o agora presidente da EDP vai contratar outro ponta-de-lança desse (des)governo, Pedro Santana Lopes, para "fazer" não se sabe bem o quê e com um ordenadão.

A ser mesmo verdade, essa deve ser mesmo....para nos gozar a todos.

LRC
9.5.06 . - . Página inicial . - . 1 Comentários


segunda-feira, maio 08, 2006  
[0.054/2006]
CONCELHIA DE LISBOA

Realiza-se amanhã pelas 19.00 hrs, no Largo do Rato, a primeira reunião formal (sim, porque só houve ainda a da tomada de posse) da Comissão Política Concelhia.
Muitas caras novas e, espera-se, o início de um bom clima de trabalho para um novo ciclo político, que nos permita voltar a ganhar Lisboa.

LRC
8.5.06 . - . Página inicial . - . 0 Comentários


sexta-feira, maio 05, 2006  
[0.053/2006]
FAUL

Realiza-se amanhã, no Centro de Congressos da FIL - Parque das Nações, o XII Congresso da FAUL.
Os delegados ao Congresso, eleitos nas Secções nos dias 21 e 22 de Abril, elegerão a nova Comissão Política Federativa constituída por lista de 71 camaradas, bem como irão discutir e votar a Moção Global de Orientação Política, denominada "Metrópole Europeia e Atlântica, Continuar o Caminho, Preparar o Futuro" , apresentada pelo reeleito Presidente da FAUL.
Joaquim Raposo irá também anunciar a constituição do novo Secretariado da FAUL.

LRC
5.5.06 . - . Página inicial . - . 0 Comentários


terça-feira, maio 02, 2006  
[0.052/2006]
PÉRIPLO PELA CAPITAL
Ao fim de 180 dias de mandato, Manuel Maria Carrilho acusou ontem o executivo municipal de Lisboa de ser "o campeão da inacção". O vereador socialista considerou mesmo que a equipa de Carmona Rodrigues é a "que menos fez desde o 25 de Abril". Adversário do actual presidente da Câmara Municipal de Lisboa na corrida eleitoral, Carrilho manteve-se em silêncio durante os primeiros seis meses de mandato, mas ontem quis mostrar porque é que o PS de Lisboa defende que "a cidade andou para trás e a qualidade de vida das pessoas piorou". No seu périplo pela capital, Carrilho chamou a atenção para o facto de o executivo actual "ser de continuidade", argumentando que os últimos "seis meses foram de letargia, num triplo sentido", pois adiou-se "o que já tinha sido adiado". Para o vereador socialista, a novela do Túnel do Marquês é um insulto aos cidadãos de Lisboa e o Parque Mayer também, já que o actual presidente admitiu que o caso possa vir a ser resolvido só no final deste mandato. Manuel Maria Carrilho sublinhou ainda que estes casos "mostram a falta de seriedade, mas, sobretudo, a inacção destes primeiros seis meses". Uma prática que foi agravada pela "insistência nos erros do passado", como "o despesismo, que continua a ser muito grave". O vereador aproveitou a ocasião para denunciar situações em que a autarquia terá gasto "50 mil euros em flores" e assinado "protocolos absurdos, como o da Festa da Música, que se traduzem em oferecer bilhetes que têm um custo de 500 euros por cabeça". Por outro lado, criticou "a falta de capacidade para resolver problemas da cidade, com as medidas tomadas a serem pontuais, formais e virtuais".
A comitiva socialista fez uma visita por três locais "paradigmáticos", que "ainda estão na mesma". O Mercado do Levante, em Marvila, que se resume a um conjunto de bancas de venda cobertas por uma estrutura metálica, foi o primeiro a ser visitado. O PS recordou a sua proposta de campanha para a requalificação do espaço, que será renovada na reunião de câmara da próxima semana. Na Quinta das Laranjeiras, Olivais, foram visitados dois prédios devolutos que o responsável socialista disse estarem "ainda em pior" estado do que durante a campanha eleitoral. Miguel Coelho entende que os edifícios devem ser implodidos, relembrando que Carmona Rodrigues já concordou com a medida. O Largo do Intendente, que Miguel Coelho, líder da concelhia socialista, compara a Chernobyl - "sem vida e sem pessoas", onde ainda há prostituição e toxicodependência, apesar de ter sido alvo de intervenções de reabilitação urbana -, foi o último a ser visitado. E Carrilho afirmou: "Poderemos voltar daqui a cinco meses, que estará na mesma." As críticas foram então para o que entende ser "uma política de show-off continuada".
Os vereadores do PS anunciaram que pretendem "ajudar o executivo municipal a debater as questões da Ota e do Túnel do Marquês", pedindo debates de urgência na Assembleia Municipal de Lisboa. "Na tomada de posse, Carmona Rodrigues disse que convocaria um debate de urgência sobre a Ota, o que ainda não aconteceu. Vamos fazer-lhe esse favor", disse Miguel Coelho.
No final, Carrilho deixou três desafios ao presidente da autarquia para os próximos seis meses: resolver "o estacionamento selvagem" na cidade; a "temporização do atravessamento nas estradas", defendendo que o atropelamento mortal de uma menina na Avenida de Ceuta mostra bem que "esta não é pensada para o peão", e a eliminação dos estaleiros de obras ilegais.
In Diário de Norícias Online - 30/04/2006

2.5.06 . - . Página inicial . - . 0 Comentários


segunda-feira, maio 01, 2006  
[0.051/2006]
1º DE MAIO

120 anos após os operários de Chicago terem desencadeado a sua luta, milhares e milhares de trabalhadores imigrantes nos U.S.A. decidem não ir trabalhar e contestam na rua.
Por cá, as tradicionais comemorações da UGT na Torre de Belém foram transferidas para o Cais de Gaia, a norte. Os outros mantiveram-se no sítio e hora do costume. Em ambos, os discursos coincidiram : mais e melhor emprego, mais e melhores políticas sociais, alfinetadas nas políticas reformistas do governo PS.
Mudar também significa desagradar. Não se pode contentar todos.
Para o ano há mais.

LRC
1.5.06 . - . Página inicial . - . 0 Comentários


This page is powered by Blogger.