Partido Socialista
Coluna de navegação
Forum: s.m. (Do lat. Forum).
1. Praça pública, na Antiga Roma, onde se realizavam os mercados, se efectuavam assembleias populares ou se reuniam os magistrados para julgamento de causas.
2. Foro - Local onde se debatem assuntos de ordem pública, em especial questões judiciais.
3. Foro - Centro de múltiplas actividades.
4. Foro - Debate de especialistas sobre determinada matéria.
COLÓQUIO, FORO. - Um forum sobre educação.
PL. foruns.

In Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa.
Lisboa: Ed. Verbo, 2001. 1º vol p. 802
Contactos

Home Page

@Mail: Geral

Luís Rios Coelho [ LRC ]
Ana Patrícia Lamy [ APL ]
António Serge Campinos [ ASC ]

Arquivos

Março 2005

Abril 2005

Maio 2005

Junho 2005

Julho 2005

Agosto 2005

Setembro 2005

Outubro 2005

Novembro 2005

Dezembro 2005

Janeiro 2006

Fevereiro 2006

Março 2006

Abril 2006

Maio 2006

Junho 2006

Julho 2006

Agosto 2006

Setembro 2006

Outubro 2006

Novembro 2006

Dezembro 2006

Janeiro 2007

Fevereiro 2007

Março 2007

Abril 2007

Maio 2007

Julho 2007

Janeiro 2008

Fevereiro 2008

Março 2008

Maio 2008

Junho 2008

Setembro 2008

Novembro 2008

<< current



Lisboa Campo de Ourique
Internet

WebSites:

Partido Socialista
Juventude Socialista
FAUL
PS/Lisboa
Forum Cidade
PS - Parlamento Europeu
Internacional Socialista
Grupo Parlamentar
Acção Socialista
Candidatura Miguel Coelho 08


Blogs: SUSPEITIX

<- A ->
Abjurado
Arrastão

<- B ->
Bichos Carpinteiros
Bloguí­tica
Bonfim

<- C ->
Canhoto
Causa Nossa
Congeminações
Cruz Quebrada e Dafundo City

<- D ->
Descrédito
Desenvolvimento Sustentável

<- E ->
Estaleiro

<- F ->
Forum Cidade
Forum Cidadania
Forum Comunitário

<- G ->
Glória Fácil

<- H ->
Hoje há conquilhas

<- I ->
IVG - PELO SIM

<- J ->
João Soares
O Jumento

<- L ->
Linha de Conta
Lisboa desgovernada, mas não abandonada
Lisboa Lisboa
Lisboa, quem te viu e quem te vê
A Lei do Funil

<- M ->
Memória Virtual

<- N ->
Notí­cias breves PS Santarém

<- P ->
PS Belém
PS Estremoz
PS Lumiar

<- R ->
Respirar o Mesmo Ar

<- S ->
Sobre o Tempo que Passa
SOS Cinema Europa
SUSPEITIX

<- T ->
Tugir em português


Legislativas 2005
BASES PROGRAMÁTICAS (PDF)

Europeias 2004

Contador (site) Blogger Dicionario


Comunicação Social
Nacional
Jornais
Açoriano Oriental
A Bola
A Capital
Comércio do Porto
Correio da Manhã
Diário dos Açores
Diário Digital
Diário Económico
Diário de Notí­cias
Diário de Notí­cias da Madeira
Expresso
Fábrica de Conteúdos
O Independente
O Jogo
Jornal do Fundão
Jornal de Notí­cias
Lusa
O Primeiro de Janeiro
O Público
Record
RTP
Sábado
Sapo XL (ver SIC directo)
SIC
TSF
TVI
Visão

Estrangeira
Jornais
CNN
Le Figaro
Google News
Le Monde
El Mundo
The New York Times
El Pais
Reuters
Time
The Times
USA Today
Veja


Outras ligações

Comunicação de 2005-03-12
(Posse XVII Governo)
Jorge Sampaio
Forum Campo de Ourique
Blog de socialistas de Campo de Ourique
quarta-feira, fevereiro 27, 2008  
[0.009/2008]
MIGUEL COELHO JÁ ENTREGOU A LISTA
Já foi entregue na FAUL a Lista com os 122 nomes da Candidatura "Por um Partido de Militantes", à qual foi atribuia a letra A.
Também o Programa já está impresso e pronto para ser enviado aos Militantes.
27.2.08 . - . Página inicial . - . 0 Comentários


quinta-feira, fevereiro 21, 2008  
[0.008/2008]
"POR UM PARTIDO DE MILITANTES" EM CAMPO DE OURIQUE
Ontem à noite fui até ao Grémio de Intrução Liberal de Campo de Ourique ouvir o Miguel Coelho (candidato que apoio nas eleições para a Concelhia de Lisboa) explicar aos Militantes da Secção liderada pelo Flávio Fonte (que compareceram em número razoável) as razões da sua recandidatura e as linhas mestras do seu "Por um Partido de Militantes" para os próximos 2 anos.
Acho que não vale a pena estar a escrever sobre o que lá se passou. Mas tenho a certeza que valeu a pena, para quem lá foi, ouvir o Miguel Coelho.
Dia 7 de Março, após a contagem dos votos, se verá.
Luís Coelho via Suspeitix
21.2.08 . - . Página inicial . - . 0 Comentários


quarta-feira, fevereiro 20, 2008  
[0.007/2008]
LIBERDADE, EDUCAÇÃO E POLÍTICA
Conforme os dias vão passando e o 7 de Março se aproxima, vai aquecendo a polémica em torno dos apoiantes das 2 candidaturas à Concelhia de Lisboa.
Este texto responde à seguinte "troca de galhardetes" entre um comentário ofensivo deixado na caixa de comentários e a respectiva resposta:

COMENTÁRIO OFENSIVO
Uma candidatura procura o apoio dos dirigentes nacionais do partido; outra procura a adesão junto ás bases. Assim se vê quem reconhece no PS um Partido de Esquerda, e quem dá azo ás recorrentes acusações ideológicas - aliás posturas como a que foi relatada por uma camarada ontem no bairro alto segundo a qual, as amigas (também militantes) não se deslocaram ontem á séde da FAUL para ouvir um dos candidatos á CPCL porque "A Carla disse para não ir", deixam-me a pensar que me filiei num qualquer partido fascista, por engano.
Gustavo "Che" Gouveia

RESPOSTA
Caro (a) camarada, Se há algo a que dou valor é precisamente às bases do Partido Socialista, ao militante não dirigente, pois é para ele que diariamente trabalho. E faço-o valorizando o pluralismo de ideias e convicções. Por isso, estive presente na sessão de apresentação da candidatura do camarada Miguel Teixeira na secção do Bairro Alto. Por isso, a divulguei aos militantes do Bairro Alto. Aliás, um dos apoiantes da candidatura do Miguel Teixeira esteve presente na última reunião de secretariado do Bairro Alto e deve ter certamente ouvido a minha referência à importância de estarmos presentes na apresentação das duas candidaturas.

Os camaradas do Bairro Alto sabem que na sua secção se praticam os valores do Partido Socialista, onde o exercício da democracia, o livre pensamento e a diversidade de opiniões existe e é salutar. Como referi, eu também estive na reunião de dia 6 de Fevereiro, e ouvi atentamente todos os comentários efectuados e garanto que ninguém fez uma afirmação do teor da que foi referida. O que aconteceu, é que uma camarada, ao fazer a sua intervenção, afirmou que tinha dito a várias pessoas para estarem presentes na reunião e que as mesmas disseram que não iam porque já se tinham comprometido comigo em como davam o seu apoio à candidatura do Miguel Coelho. Quem estava atento, foi isso que ouviu. Eu também lamento que a participação na reunião de militantes do Bairro Alto tivesse sido fraca, cerca de 10 pessoas, e que a sala tivesse ficado cheia devido à presença de apoiantes da candidatura do Miguel Teixeira de outras secções. Contudo, respeito que camaradas, com vida ocupada, e estando já esclarecidos do seu sentido de voto, não tivessem comparecido.

Caro (a) camarada, no Bairro Alto fazemos política séria. Não deturpamos o que ouvimos. Trabalhamos em função de convicções e respeitamos a sua pluralidade, o que aliás sempre foi, e é, uma constante da história e tradição da secção do Bairro Alto e do Partido Socialista.
Carla Madeira

É BEM VERDADE: QUANTO MAIS A LUTA AQUECE, MAIS FORÇA TEM O PS.
20.2.08 . - . Página inicial . - . 0 Comentários


sábado, fevereiro 09, 2008  
[0.006/2008]
AFINAL HAVIA OUTRO
Excelente texto (com o qual concordo e subscrevo) do Zé Reis Santos no Loja de Ideias
E esta, hein?

Então não é que este texto do Nuno Félix, não é do Nuno Félix. Parece incrível, mas um Nuno Félix, militante do PS nº 76840 escreve hoje no PS Lumiar a desmarcar-se de um anterior texto de (outro) Nuno Félix. Tem alguma «piada» o facto de ambos não serem apoiantes do Miguel Teixeira, mas as semelhanças quedam-se por esta evidência. Todo o texto apresenta uma «outra pessoa», que, parece, nada terá a ver com o outro, aparentemente usurpador do Nome «Nuno Félix». Estranho. Ou talvez não.
Claro que haverá já quem tenha a certeza do que aconteceu (e o Carlos já deve ter a verdade) e, para mim, sinceramente, todos os cenários são válidos e possíveis: quer alguém do «lado do Miguel Coelho» a atacar (situação de onde me demarco totalmente), mas também acho bem possível e mesmo provável que seja alguém do lado do Miguel Teixeira, que desta forma criam uma situação de vitimização fácil e o colocam a ele - Miguel Teixeira - na confortável situação de ofendido face a esses bárbaros do lado do Miguel Coelho (os tais que o Carlos diz serem especialistas em certos ofícios).
Pode ainda ocorreu que o primeiro Nuno Félix seja, de facto o verdadeiro, e este último o impostor. Por fim, e para explorar todas as possibilidades, pode nem existir Nuno Félix ou, existindo, não ser nenhum dos que se identifica como sendo.
Antes de continuar, e a confirmar-se ser verdade o que o «verdadeiro Nuno Felix» escreve quero publicamente apresentar as minhas desculpas por algum incómodo ou desconforto que lhe possa ter causado por ter comentado um texto na suposição de estar em causa o seu verdadeiro autor.
Independentemente do que tenha acontecido - e que nunca saberemos - importa retirar algumas ilações:
1. A campanha do PS Lisboa está inquinada de uma forma de estar na política que privilegia as más intenções e a baixa política. Tenho procurado me desmarcar dessa fórmula, mas admito que não tem sido fácil; especialmente quando se é alvo directo de uma campanha difamatória absolutamente inqualificável. Foi por isso que deixei de escrever sobre a vida interna do PS neste blogue, situação quebrada pelo tal ataque pessoal, ainda não resolvido e não esquecido, que o Carlos Castro me proferiu recentemente. É interessante verificar que, simultaneamente, a política apresenta o melhor e o pior das pessoas (sobre esse assunto escreverei mais tarde).
2. É tão incrível o texto escrito pelo «falso Nuno Félix» como as respostas que motivou; especialmente a de um tal «Izanagi/Nuno» e a do sempre atento Carlos Castro.
3. Interessante é que os dois Nunos não apoiam o Miguel Teixeira. A diferença é que um deles, o aparentemente falso, é mal-educado, insinuador e trauliteiro. O segundo Nuno Félix é astuto, sorrateiro e assertivo. Também não vota no Miguel Teixeira, nem para a Secção nem para a Concelhia.
4. Como me parece óbvio, a
candidatura do Miguel Coelho nada tem a ver com o assunto, do qual se distancia vivamente.
Reafirmo o que tenho vindo a dizer:
a candidatura do Miguel Coelho defende um projecto positivo, activo e dinâmico que pretende, honrando a tradição socialista, respeitando a experiência adquirida, construir a nova geração socialistas no PS Lisboa.
O seu programa e as suas ideias, em construção colectiva (pode, inclusivamente votar em algumas ideias aqui) serão apresentados atempadamente, quando o prazo para a votação online que estamos a promover termine.
Enfim, mais um episódio triste. Estou em crer que não será o último.

José Reis Santos
Apoiante da Candidatura de Miguel Coelho
9.2.08 . - . Página inicial . - . 0 Comentários


terça-feira, fevereiro 05, 2008  
[0.005/2008]
DÚVIDAS ESCLARECIDAS !

Ok! Finalmente sabemos quem é que, de facto, se candidata contra o Miguel Coelho!
E agora que sabemos, já não podemos dar o benéfico da dúvida ao “desconhecido” Miguel Teixeira.
Dúvidas esclarecidas!

Ao fim de 6 meses de governação difícil, séria, dura e eficaz da CML, temos já para nós uma certeza: António Costa nunca perderia umas eleições para Santana Lopes! Porquê?
A resposta é simples. Independentemente das qualidades politicas do camarada João Soares, é necessário saber escolher os mensageiros da nossa palavra e do nosso nome, e o camarada António Costa em momento algum escolheria para “seu” Presidente de Concelhia Miguel Teixeira. Porquê?

Porque de entre os que hipoteticamente lerem este comentário não hesito em afirmar que 99% dos camaradas têm percursos de militância e participação cívicas mais consistentes e íntegros que o do camarada militante Miguel Teixeira.
António Costa conhece bem o partido e os seus camaradas e sabe que não é em 3 anos de militância que se faz um Presidente de Concelhia!

Como independente, fotocopia-se os BIs de algumas dezenas de "amigos" (alguns deles militantes do partido social-democrata) e no prazo recorde de poucos meses inocentemente torna-se no coordenador de uma das mais emblemáticas secções do Partido Socialista em Lisboa, onde militam insignes camaradas (como é o caso do camarada João Soares). Poucos meses depois, e sem quaisquer motivos aparentes e ou evidentes, o recém militante e já coordenador de secção cria quezílias várias e fúteis (à volta de agendamentos, marcações de jantares…) com o Presidente da Concelhia do PS de Lisboa, de forma a legitimar-se numa posição de oposição, para a qual substancialmente não tinha quaisquer motivos.

Um ano depois, temos “o candidato da mudança para a concelhia de Lisboa”.
Agora,
camarada João Soares, é o camarada que pessoalmente avaliza da “seriedade”do candidato Miguel Teixeira?!
Camarada João Soares, é por este curriculum de militância que quer que os seus camaradas o avaliem também a si?
A vantagem do candidato Miguel Teixeira é ter profissão?!
Qual é a que o camarada conhece?
Já lhe conheci várias, e contemporâneas.

António Costa, em condições de extrema dificuldade, fez mais pela Câmara Municipal de Lisboa em 6 meses, do que as muitas, parcas, e tantas vezes, nefastas, vereações que o antecederam.
Como “mudança” na concelhia, o que se pretende, percebo agora, não é uma “mudança” para o futuro mas sim uma "mudança" para o passado.
Razão para dizer: “oh tempo não voltes para trás”.

Nuno Félix

5.2.08 . - . Página inicial . - . 0 Comentários


This page is powered by Blogger.