Partido Socialista
Coluna de navegação
Forum: s.m. (Do lat. Forum).
1. Praça pública, na Antiga Roma, onde se realizavam os mercados, se efectuavam assembleias populares ou se reuniam os magistrados para julgamento de causas.
2. Foro - Local onde se debatem assuntos de ordem pública, em especial questões judiciais.
3. Foro - Centro de múltiplas actividades.
4. Foro - Debate de especialistas sobre determinada matéria.
COLÓQUIO, FORO. - Um forum sobre educação.
PL. foruns.

In Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa.
Lisboa: Ed. Verbo, 2001. 1º vol p. 802
Contactos

Home Page

@Mail: Geral

Luís Rios Coelho [ LRC ]
Ana Patrícia Lamy [ APL ]
António Serge Campinos [ ASC ]

Arquivos

Março 2005

Abril 2005

Maio 2005

Junho 2005

Julho 2005

Agosto 2005

Setembro 2005

Outubro 2005

Novembro 2005

Dezembro 2005

Janeiro 2006

Fevereiro 2006

Março 2006

Abril 2006

Maio 2006

Junho 2006

Julho 2006

Agosto 2006

Setembro 2006

Outubro 2006

Novembro 2006

Dezembro 2006

Janeiro 2007

Fevereiro 2007

Março 2007

Abril 2007

Maio 2007

Julho 2007

Janeiro 2008

Fevereiro 2008

Março 2008

Maio 2008

Junho 2008

Setembro 2008

Novembro 2008

<< current



Lisboa Campo de Ourique
Internet

WebSites:

Partido Socialista
Juventude Socialista
FAUL
PS/Lisboa
Forum Cidade
PS - Parlamento Europeu
Internacional Socialista
Grupo Parlamentar
Acção Socialista
Candidatura Miguel Coelho 08


Blogs: SUSPEITIX

<- A ->
Abjurado
Arrastão

<- B ->
Bichos Carpinteiros
Bloguí­tica
Bonfim

<- C ->
Canhoto
Causa Nossa
Congeminações
Cruz Quebrada e Dafundo City

<- D ->
Descrédito
Desenvolvimento Sustentável

<- E ->
Estaleiro

<- F ->
Forum Cidade
Forum Cidadania
Forum Comunitário

<- G ->
Glória Fácil

<- H ->
Hoje há conquilhas

<- I ->
IVG - PELO SIM

<- J ->
João Soares
O Jumento

<- L ->
Linha de Conta
Lisboa desgovernada, mas não abandonada
Lisboa Lisboa
Lisboa, quem te viu e quem te vê
A Lei do Funil

<- M ->
Memória Virtual

<- N ->
Notí­cias breves PS Santarém

<- P ->
PS Belém
PS Estremoz
PS Lumiar

<- R ->
Respirar o Mesmo Ar

<- S ->
Sobre o Tempo que Passa
SOS Cinema Europa
SUSPEITIX

<- T ->
Tugir em português


Legislativas 2005
BASES PROGRAMÁTICAS (PDF)

Europeias 2004

Contador (site) Blogger Dicionario


Comunicação Social
Nacional
Jornais
Açoriano Oriental
A Bola
A Capital
Comércio do Porto
Correio da Manhã
Diário dos Açores
Diário Digital
Diário Económico
Diário de Notí­cias
Diário de Notí­cias da Madeira
Expresso
Fábrica de Conteúdos
O Independente
O Jogo
Jornal do Fundão
Jornal de Notí­cias
Lusa
O Primeiro de Janeiro
O Público
Record
RTP
Sábado
Sapo XL (ver SIC directo)
SIC
TSF
TVI
Visão

Estrangeira
Jornais
CNN
Le Figaro
Google News
Le Monde
El Mundo
The New York Times
El Pais
Reuters
Time
The Times
USA Today
Veja


Outras ligações

Comunicação de 2005-03-12
(Posse XVII Governo)
Jorge Sampaio
Forum Campo de Ourique
Blog de socialistas de Campo de Ourique
segunda-feira, novembro 03, 2008  
[0.019/2008]
PETIÇÃO "EM DEFESA DE LISBOA"

Pela defesa do Porto de Lisboa, do emprego, do ambiente e do desenvolvimento sustentável da cidade.

O Porto de Lisboa e as actividades que dele dependem empregam cerca de 140.000 pessoas e representam cerca de 5% do PIB regional e 2% do PIB Nacional. Trata-se, por isso, de uma estrutura económica de importância vital para Lisboa e para o bem-estar dos seus cidadãos, sendo também uma peça estratégica do sector portuário nacional sem a qual seriam alguns portos estrangeiros os grandes beneficiados.
É por isso que todas as grandes cidades ribeirinhas europeias não dispensam, antes desenvolvem, os seus portos comerciais. Barcelona, Valência e Vigo são apenas alguns exemplos mais próximos.
Eliminar os terminais para contentores que são transportados por navio, obriga trazer esses contentores para Lisboa a partir de outros portos, o que implica, por um lado, um acréscimo de custo do transporte, (com reflexo nos preços dos produtos, que se estima em cerca de 20%) e, por outro, um aumento do congestionamento, sinistralidade e desgaste das rodovias, a que acresce um impacto fortemente negativo para o ambiente.
A protecção da cidade e o respeito pelos seus cidadãos é um objectivo de todos, que é alcançável com um equilíbrio saudável e desejável com a imprescindível actividade económica que hoje, e desde sempre, é uma realidade na cidade de Lisboa.

Expressões como:

● “Uma pilha de quatro contentores equivale a um prédio de 10 andares”, como se 10 metros fossem equivalentes a 31 metros;
● “Não faz sentido movimentar contentores na baixa de Lisboa”, como se Alcântara ficasse no Rossio;
● “A taxa de utilização do terminal de Contentores de Alcântara é baixa” o que não é verdade. O terminal está a atingir o ponto de saturação;
● “Não faz sentido manter um terminal de contentores, quando se vão realizar urbanizações de luxo em Alcântara, aqui até podemos ver a alternativa desejada por alguns.

Comprovam claramente o nível da informação propagandeada a respeito deste assunto.
Não podemos ser meros espectadores dessa irresponsabilidade, nem pactuar com a desinformação que existe em torno do tema.
Vastas áreas da zona ribeirinha estão ainda pouco aproveitadas e podem ser convertidas em locais de lazer e recreio, a juntar ao muito que já existe. A economia marítimo-portuária de um país virado para o mar não é impeditiva destes objectivos.
Não vamos permitir que uma das infra-estruturas mais importantes para o desenvolvimento e sustentabilidade da cidade e do país sucumba ao populismo irresponsável. Vamos lá assinar a petição, pela defesa do Porto de Lisboa e da cidade, do emprego e do ambiente, contra a demagogia!

João Carlos Quaresma Dias

Para assinar esta petição, clicar aqui em http://www.gopetiton.com/online/23002.html

3.11.08 . - . Página inicial . - . 1 Comentários


Comments:
Caro João Carlos Quaresma Dias, gostaria que me explicasse como é que os custos de transporte encarecem em 20% o custo final do produto. Há aqui alguém que não sabe fazer contas.
 
Enviar um comentário
This page is powered by Blogger.